CarrascoMamata, como conseguir 10.000 usuários em 24 horas – parte 2

CarrascoMamata, como conseguir 10.000 usuários em 24 horas – parte 2

É com grande prazer que publico esse post enviado pelo nosso amigo Rafael Dahis que compartilha conosco um pouquinho da sua experiência na construção do CarrascoMamata, vale a pena conferir.

Vamos pular a parte 1 desta história, na qual eu falaria de inspiração, mercado, etc. Nesta época o CarrascoMamata era apenas a vontade de fazer a one-stop-shop para serviços para universitários. “Íamos dominar este nicho” – que besteira!

Ainda bem que, neste momento, tomamos a decisão certa: rimos desta pretensão, fugimos da one-stop-shit e guardamos o projeto na gaveta.

Seis meses depois (e ai começa realmente a parte 2), já estávamos imersos no mundo Lean. Resolvemos vasculhar a gaveta com calma, filtrar as ideias com uma boa lupa pra mvps.

De “portal universitário” restringimos o foco para “ajuda ao estudante no início do período” e adiante para um produto de “avaliação de professores”.

Mas ainda não estávamos satisfeitos: tudo isto poderia ser mais simples. Bem mais.
Se você quisesse saber apenas uma característica do seu professor, qual seria? A resposta foi imediata: Carrasco ou Mamata?

Éramos estudantes e sabíamos claramente que todas as discussões sobre professores traziam à tona esta pergunta – só precisávamos migrar isto para a web.

Para termos uma experiência verdadeiramente Lean, combinamos: em 15 dias, com poucas horas de trabalho à noite, inclusive sem nos reunir, este site estaria no ar. ‘No talk, only action’ foi o lema.

“Vamos ver se a votação simples entre Carrasco x Mamata já satisfaz os estudantes”. Este era o nosso MVP. Ridiculamente mínimo.

Seguramos qualquer anseio mais megalomaníaco e partimos para a construção deste MVP. Se não fizesse sucesso, perderíamos apenas algumas horas de sono naquele mês de Julho. Sendo assim, valia a pena tocar esta ideia para frente.

Aos trancos e barrancos, o MVP estava pronto. Feio, bem estranhão mesmo. Mas até fazia parte do branding: um background de quadro-negro, aspecto sujo e fonte de handwriting. “Era um site muito engraçado, não tinha teto, não tinha nada”: apenas uma página de busca e uma outra na qual você podia ver resultados de um professor e votar Carrasco ou Mamata.

By the book, tentamos um lançamento para beta-users. Mandamos e-mail para 50 amigos, pedindo feedback, reporte de bugs e cadastro de professores. A ideia era lançar oficialmente na semana seguinte, coincidindo com o início das aulas nas faculdades.

Com os olhos nas ferramentas de Analytics, queríamos ver se, no mínimo, nossos amigos nos dariam chance.

10 cadastros! Ah, eles estão lendo os emails, que bom.
50 cadastros! Que legal, todos eles entraram no site!
100 cadastros… Ué, já estão divulgando?

300, 800, 2000, 3500 cadastros: isto está saindo do controle! Uau!

Batemos as primeiras 24 horas com 10.000 cadastros!

O CarrascoMamata virou assunto, principalmente dos corredores universitários. A grande questão era:

Você prefere ter aula com um carrasco ou com um mamata? Os professores, ao contrário do que esperávamos, divulgaram: iniciavam suas aulas mencionando o site. A imprensa achou curioso e nos procurou, suas publicações nos ajudaram muito, incluindo matéria no O Globo de domingo e duas na televisão, além de Extra, Folha, G1 e outras publicações.

cm

A parte 3 da história contaria sobre a construção da 2º versão do site, a evolução deste MVP, lançada 4 meses depois.
Poderíamos falar de como nossos próprios usuários escolheram as funcionalidades que queriam ver nessa v2; como aumentamos muito o engajamento, de 0.8 votos por usuário para 3.3!
E principalmente sobre como crescemos esta base de usuários sem investir nada em marketing…

Hoje o CarrascoMamata é o maior site de avaliação de professores do Brasil, com mais de 100 mil usuários cadastrados. Os próprios usuários engajaram-se na construção desta comunidade e adicionaram os professores na base, que conta atualmente com mais de 30 mil professores de mais de 800 universidades de todo o pais.

Rafael Dahis atualmente lidera a equipe de User Engagement no Peixe Urbano, onde entrou como Gerente de Produto logo após se formar na faculdade, com 23 anos. Antes disso, participou da criação de algumas startups, lançou o CarrascoMamata e trabalhou com venture capital. Estudou Engenharia de Computação e Informação na UFRJ, com parte da graduação na University of Central Florida. Escreve sobre Lean e desenvolvimento de produtos no seu blog ThinkMVP.

Next Post:
Previous Post: