Como Criar uma Startup (série)

Como Criar uma Startup (série)

Revisão do Curso: How to Start a Startup

Começamos hoje uma série de posts sobre startups baseados no curso aberto da Y Combinator em Stanford, How to Start a Startup (Como criar uma Startup).

O curso começa com Sam Altman, presidente da aceleradora Y Combinator, e passa por profissionais de respeito do meio empreendedor internacional, como Dustin Moskovitz (Facebook e Asana), Paul Graham (Y Combinator), Peter Thiel (Paypal), Marc Andreessen (Netscape), Alfred Lin (Zappos), Brian Chesky (Airbnb), Ben Horowitz (Opsware) e outros.

As aulas começam abordando a primeira fase da vida de uma startup (idéia, time, produto), passa pela fase de estruturação (validação, crescimento, marketing), trata de gestão (cultura, liderança, operacional) e vai até a fase de investimento externo.

Aqui no Portal Bizstart iremos fazer um resumo de cada aula, postando aqui duas aulas uma aula por semana, incluindo o vídeo original da aula e materiais e exercícios de apoio, quando aplicável. Algumas aulas serão adaptadas para a realidade das startups brasileiras, com a participação em especialistas nestes assuntos.

É um excelente material para quem está empreendendo! (ou planejando começar…)

Mas, afinal, quem é a Y Combinator?

É uma aceleradora criada em 2005 e eleita a melhor aceleradora pela Forbes em 2012. Entre as empresas aceleradas por eles estão Dropbox, Airbnb, Disqus, Stripe e Reddit. Já aceleraram mais de 716 empresas que, combinadas, tem um valor de mercado de de USD$ 30 bilhões.

Eles sabem sobre o que estão falando.

O que veremos nesta série de posts?

Dá uma olhada na lista de aulas e assuntos abordados no curso e que revisaremos aqui:

  1. Idéias e Produtos + Por que criar uma startup?
  2. Equipe e Execução
  3. Esqueça o bom senso
  4. Criando o produto, falando com usuários e crescendo
  5. Competição é para perdedores
  6. Crescimento
  7. Como criar produtos que os usuários amam
  8. Fazendo coisas que não escalam + Relações públicas + Como começar
  9. Como conseguir dinheiro para uma startup?
  10. Cultura
  11. Seleção e cultura parte 2
  12. Vendendo B2B
  13. Como gerenciar e ser um grande fundador?
  14. Como operacionalizar a organização
  15. Como gerenciar
  16. Como executar uma entrevista de usuárioSprout
  17. Produtos baseados em hardware
  18. Contabilidade e jurídico
  19. Vendas e marketing + Falando com investidores
  20. Encerramento

Nos próximos posts sobre este curso eu irei atualizando esta lista, para que ela seja referência para quem estiver chegando aqui mais tarde.

E, para você entrar no clima do curso, vou adiantar o exercício da primeira semana:

Exercício: Como conseguir idéias para startups?

Durante duas semanas mantenha um registro de tudo o que você sentir que está faltando no seu mundo e dos problemas que você encontra na sua vida.

Faça anotações, preferencialmente em um aplicativo no seu celular para que você possa fazer isso a qualquer momento. A ideia é poder anotar qualquer pensamento relacionado aos problemas que você encontra ou daquilo que você percebeu que poderia ser melhor ou que está faltando. Surgiu na mente, anote.

Foi sugerida a leitura deste post do Paul Graham (em inglês) sobre o assunto. Basicamente, Paul sugere que você desligue todos os seus filtros e preconceitos, incluindo a avaliação se a ideia ou problema possa ser muito simples ou se pode realmente resultar numa startup (você fará isso depois).

O objetivo é que você crie o hábito de perceber as oportunidades que estão ao seu redor. Depois de duas semanas você terá bastante opções de negócio.

Concluindo

Criar uma startup não é tarefa fácil. Aliás, os especialistas são uníssonos ao dizer: tenha paixão pelo seu negócio, senão é melhor nem começar. Afinal, empreender é uma montanha russa de sentimentos; é uma estrada dura, onde você vai apanhar muito. Então é melhor estar muito determinado e com o propósito bem alinhado para lidar com as adversidades do caminho.

Mas, com certeza, é um caminho com muitas recompensas, principalmente de propósito e realização pessoal.

E será muito mais fácil se você estiver preparado.

Então acompanhe os próximos posts e compartilhe a sua mensagem nos comentários. Até a próxima!

 

[Atualização]

Vale frisar que a realidade das startups no Vale do Silício, onde este curso foi ministrado, é diferente da realidade brasileira, em muitos aspectos. Portanto, algumas definições são pertinentes:

  • Empresa grande geralmente está relacionada a organizações do tamanho de Facebook, Airbnb, Pinterest, etc.
  • As recomendações são baseadas em startups desenvolvidas, na sua grande maioria, no mercado americano, então espere algumas diferenças do seu cenário se estiver desenvolvendo a sua empresa no Brasil.

 

Next Post:
Previous Post: