Como funciona um Startup Weekend

Como funciona um Startup Weekend

Você já teve alguma experiência super intensa, daquelas de ficar desbaratinado, com um nó na cabeça? Pois é, bem vindo ao Startup Weekend.

Este evento ocorre em um final de semana, e tem como objetivo dar uma base importante para quem quer iniciar uma startup (e, de lambuja, você pode sair de lá com uma empresa nascente!).

Funciona assim:

A inscrição

Crachas StartupWeekendAo se inscrever, você escolhe o seu perfil:

  • desenvolvedor: pessoas com conhecimentos técnicos em programação e construção de sites e aplicações;
  • designer: quem manja de layout, ficará responsável pela identidade visual e ações que envolvem design gráfico;
  • empreendedor (não técnico): quem entende mais de negócios, geralmente fica responsável por ir à rua para falar com os clientes e pensar o modelo de negócios com mais afinco.
  • em algumas edições especiais, pode haver um tipo especial de inscrição, mas isso eu explico depois.

Alguns Startup Weekends organizam Bootcamps, que são treinamentos rápidos algumas semanas antes do evento principal, com o intuito de nivelar os participantes em algum conceito importante para o evento.

Sexta-feira, o primeiro dia

Palestra Startup WeekendO evento começa no final da tarde de sexta-feira, com todo mundo se juntando para ouvir uma palestra bacana relacionada ao tema de startups. Você irá perceber que tem uma pessoa lá na frente conduzindo o espetáculo: é o facilitador, um cara com uma boa kilometragem rodada de Startup Weekends e treinado pela UP Brasil para conduzir os eventos (os outros cara-pálidas que ficam zanzando de um lado para o outro é que são os organizadores);

Pitch em Startup WeekendDepois da palestra e abertura, todo mundo que tiver uma ideia ganha 60 segundos de palco para apresentá-la (é o famoso pitch). Depois, cada participante vota nas ideias que mais curtiu (pode votar na sua também!).

As ideias mais votadas são selecionadas para serem trabalhadas durante o final de semana e, durante o jantar (ou lanche), os participantes se organizam em grupos, sendo que cada grupo representa uma das ideias selecionadas;

Por hoje é só: a maioria dos grupos vai pra casa descansar, mas às vezes uma ou outra turma resolve já arregaçar as mangas e começar a trabalhar (sim, às 23hs).

Sábado, dia de separar os homens dos meninos

No sábado os trabalhos começam às 8h ou 9h, quando a organização geralmente oferece um café da manhã para os participantes. A partir daí os grupos estão fritando os miolos para transformar o que era uma ideia bacana em um negócio que faça sentido (trocando em miúdos: qual é o problema que queremos resolver, quem sente esta dor e. realmente, temos uma solução que atende a necessidade dessas pessoas?).

Geralmente no final da manhã acontece uma mini-palestra sobre modelo de negócio e business model canvas, para a turma ter uma base mais sólida para o trabalho que farão no resto do final de semana.

No almoço a organização oferece um rango bacana para manter o alto astral e, no início da tarde, começam as mentorias (em alguns SWs as mentorias começam já pela manhã).

Ah, as mentorias…. uma coisa é certa: ao final do evento vocês estará amando ou odiando os seus mentores!  :)

Mas depois de alguns dias, fica claro o papel dessa turma de tirar o chapéu. Essas pessoas estão entre os principais responsáveis pelo sucesso do evento.

A organização do evento seleciona um grupo de mentores de acordo com o perfil do evento, e essa turma se reveza passando de grupo em grupo para ajudar os integrantes a desenvolverem o seu modelo de negócio. E aí não tem pano quente, tempo pra respirar e nem o famoso “veja bem”: os mentores estão ali para questionar, te tirar da zona de conforto e enfrentar as fraquezas do seu modelo de negócios. E, quase sempre, dói.

E este é um dos grandes benefícios do Startup Weekend: aprender a questionar a sua própria ideia e “tirar a bunda da cadeira” para ir à rua e falar com seus potenciais clientes.

A verdade está lá fora.

O resto do dia é uma mistura de sentimentos e de muito suor:  você se sente o dono do mundo quando tudo parece convergir, as peças se encaixam e o sucesso é uma certeza… até descobrir que o modelo não se sustenta, que o problema não existe ou que as pessoas não estariam dispostas a usar o seu produto – fundo do poço. Esse ciclo se repete até o seu grupo encontrar um modelo de negócio, o que pode durar até domingo.

StartupWeekend JantarNo final do dia rola um jantar e os participantes são liberados para descansar (ou não).

Domingo, a hora da verdade

Palestra sobre pitch no StartupWeekend Mobile Floripa 2014 - Marcos BusonMais uma vez o dia começa com um café da manhã para reunir os participantes, e os trabalhos seguem até o final da manhã, quando acontece uma palestra sobre pitch para os grupos começarem a preparar a sua apresentação final.

Depois do almoço a montagem e treinamento das apresentações se intensifica, e os representes de cada grupo ganham alguns minutos com alguns mentores para treinar e receber feedback sobre a sua apresentação.

Geralmente às 17hs os grupos devem entregar as apresentações e logo após começam as apresentações finais.

Cada grupo tem de 3 a 5 minutos para apresentar a sua startup, qual o problema que ela resolve, como ela o resolve, quem são seus clientes, qual o tamanho do mercado e como eles pretendem ganhar dinheiro com a operação.

Jurados Startup Weekend Mobile Floripa 2014É aí que entra outro ator no evento: os jurados. Essa turma de calibre não participa do evento, chegam só para ouvir as apresentações. Então é bom estar com o discurso afiado. Afinal, o Startup Weekend é também uma competição.

Vencedores StartupWeekend Mobile Floripa 2014Após as apresentações os jurados se reúnem com o facilitador e decidem os vencedores do evento, que são apresentados na sequência. Os vencedores ganham prêmios oferecidos pelos patrocinadores e apoiadores do evento, além de exposição de mídia e um “selo” de que, pelo menos entre os grupos participantes, tem boas chances de criar um negócio que funcione.

O evento termina perto das 21hs de domingo, com uma certeza: quem participou aprendeu muito do que é necessário para montar uma Startup de sucesso.

Final do StartupWeekend Mobile Floripa 2014

Mais sobre Startup Weekends:

Algumas edições de SWs são chamadas de verticais: são focadas em determinado segmento de mercado ou para trabalhar um assunto específico, como por exemplo Educação, Mobilidade, Feminino, etc. Nestes casos é que pode haver a presença de um quarto tipo de participante, que representa aquele segmento de mercado ou assunto específico.

Neste outro post também falamos sobre o Startup Weekend aqui na Bizstart, dá uma olhada!

UP Brasil, braço da UP Global que é a organização responsável por estes eventos.

Lista de Startup Weekends acontecendo pelo mundo (em inglês): http://startupweekend.org/events/

Next Post:
Previous Post: