Lições das startups: por que testar hipóteses ajuda a tomar decisões mais acertadas

Lições das startups: por que testar hipóteses ajuda a tomar decisões mais acertadas

Durante anos os planos de negócios eram conhecidos por serem um calhamaço de diversas páginas, com muitas teorias provenientes das mais variadas fontes, autores e idades. O plano de negócio tinha o intuito de analisar o que já existia no mercado e, por fim, formalizar um planejamento que deveria ser rigidamente implementado baseado na análise de dados feita anteriormente.

Dentre os vários problemas deste método, podemos citar que:

1. A suposição de que o seu produto é o que o mercado realmente precisa vem baseado de dados históricos e/ou suposições, e não da experimentação;

2. Depois de 100 ou até 200 páginas escritas sobre determinado produto que será lançado, a flexibilidade caso uma mudança seja necessária é de extrema dificuldade, portanto, o plano é engessado;

3. Se você perguntar a alguém se ele gostaria de um café ao lado de casa, a resposta tende a ser sim. Mas isso não garante o sucesso do seu café. Ou seja, absolutamente nada foi testado, portanto, nada foi provado.

O mercado mudou muito e muda constantemente com uma rapidez nunca vista anteriormente. Portanto, gastar meses ou anos em teorias, suposições, gráficos e análises históricas é comprovadamente menos eficiente do que, literalmente, ir pra rua e testar suas hipóteses.



Da estatística para o mundo dos negócios

Em estatística, o Teste de Hipóteses é utilizado para verificar se os dados são realmente compatíveis com uma hipótese, podendo então, sugerir uma validade ou não dela, a partir da experimentação.

Trazendo essa experiência para os negócios, existem várias ferramentas de auxílio disponíveis ao empreendedor  e que podem facilitar o levantamento destas hipóteses e até metodologias para guiar o caminho, como o BMGen Canvas e o Lean Startup.

São ótimos métodos nos quais o empreendedor pode se embasar, em busca de respostas concretas e reais daqueles que realmente irão utilizar o seu produto.

Como você testa hipóteses sobre o seu negócio? Conte para a gente nos comentários!

Next Post:
Previous Post: