Startup – Qual o problema que você resolve?

Startup – Qual o problema que você resolve?

Quantas vezes não encontramos com empreendedores com dificuldade para explicar o que a sua startup faz? Provavelmente em algum momento, todos nós passamos por esse mesmo desafio.

Independente do estágio em que a sua startup se encontra, uma das formas mais fáceis de você explicar o que a sua startup faz é começando pelo “Problema”.

Problema, no jargão startupeiro, é de fato uma dor, uma necessidade, que de certa forma atrapalha a vida de alguém, seja no ambiente pessoal ou profissional.

Chegar atrasado em uma reunião ou em um encontro por não ter conseguido um táxi na rua em um dia chuvoso é um problema. Perder a hora de passar na farmácia e não ter pasta de dente ou papel higiênico seria um outro exemplo.

Problemas são ruins, geram dores, angústias e ninguém gosta disso. É da nossa natureza só querer felicidade e alegrias. É a forma mais simples de Sim e Não.

A intensidade dessa dor, desse problema depende de muitas variáveis como “quem tem essa dor”, “em que momento ela aparece” e “quanto ela dói de fato”. Você não sente tanta falta do Skype no dia a dia, mas quando está em viagem, aposto que usa mais a ligação pela internet do que pelo celular. Você aprendeu isso quando gastou mais do que queria com ligação DDD ou DDI, e eu sei, foi uma baita dor.

Como empreendedor, todo mundo precisa perder tempo definindo o problema, a dor que quer resolver. Melhor do que definir, é efetivamente viver o problema, sentir na pele. E fazendo isso, o empreendedor ficar mais próximo de descobrir também quem são as outras pessoas que tem esse problema, em que situação e local que elas se encontram, se este é um problema de fato para elas e qual é o tamanho desse problema.

Tentei formular algumas perguntas que podem ajudar na hora de explorar mais sobre qual o “Problema”:

  • Qual o problema que você resolve?
  • Quem tem esse problema?
  • Você já conversou com pessoas que tem esse problema?
  • Você consegue provar que isso é um problema?
  • Porque isto é um problema de verdade na vida delas?
  • Como elas fazem hoje, sem você?
  • Quantas pessoas/empresas tem esse problema?
  • Qual o tamanho desse problema?

As respostas a estas perguntas o ajudarão a definir a proposta de valor do seu negócio, um dos itens mais importantes da sua startup.

Existem dezenas de outras fontes, livros e fóruns que abordam o assunto e acho que vale a pena para aqueles que querem se aprofundar mais no assunto. Tentei escrever de forma simples o que acontece na maioria dos bate papos que tenho com outros empreendedores. É uma opinião pessoal antes de tudo.

Espero que tenha curtido. Aguardo comentários para deixarmos a discussão mais bacana!

Abs

 

Next Post:
Previous Post: