Startups criadas por “modinha” e com tempo de vida curto viram zumbis!

Startups criadas por “modinha” e com tempo de vida curto viram zumbis!

Na onda das empresas com alto nível de escalabilidade, as pessoas procuram copiar modelos de negócios e obter o mesmo sucesso, esquecendo-se de processos essenciais para qualquer tipo de empresa. É aí que mora o perigo de se tornar uma startup zumbi.

O que é uma startup zumbi?

Uma startup zumbi é uma empresa que ganhou vida rapidamente, crescendo na onda de nichos de mercado extremamente atraentes, mas passageiros. Dessa maneira, essas startups passam da atividade para a semivida, funcionando juridicamente, mas com pouca ou nenhuma atividade que faça a diferença.

Causa mortis

O problema dessas startups começa na concepção do modelo de negócio, quando não são bem estabelecidos os produtos ou serviços a oferecer, o público-alvo e, principalmente, a proposta de valor para o cliente ou consumidor. Quer dizer, não houve um estudo de mercado e um planejamento, mas sim uma ideia embarcada no afã de obter sucesso como as grandes startups do momento, como Facebook, Twitter, Paypal e tantas outras.

O que é preciso lembrar é que essas startups de sucesso foram as pioneiras em seus negócios, ganharam a confiança de investidores que acreditaram na ideia e contribuíram para que elas deslanchassem. Muitas delas provaram seu valor apresentando ideias semelhantes e bem-sucedidas. Ou seja, eram copycats de outros negócios. Simplesmente copiar uma ideia, com pequenas modificações, não significa que você também obterá sucesso. Por isso, mais do que uma ideia inovadora, é preciso fazer o dever de casa. Conhecer o mercado, encontrar nichos promissores e saber se eles estão abertos para novas empresas ou já se mostram saturados de concorrentes.

Qual o antídoto?

Se você já tem uma startup e tem medo de que ela seja apenas mais uma vítima da moda, faça breves perguntas a si mesmo, como:

  • Você conseguiu efetivamente tirar uma ideia do papel ou está remando contra a maré e até o momento não conseguiu nenhum cliente?
  • Você e a sua equipe estão motivados com as perspectivas de crescimento da empresa?
  • Quanto a sua empresa cresceu no último mês?
  • Como vai a sua concorrência?

Realizar um bom benchamarking garante uma base sólida para desenvolver ou manter uma startup, já que a concorrência é um ótimo termômetro do mercado. Se você observar atentamente, vai perceber que nichos como sites de compras coletivas, redes sociais direcionadas, deliveries, entre outros, existem aos montes. O que pode significar baixo marketshare para a sua startup e poucas possibilidades de decolagem dos negócios.

Será que, então, empreender não é uma ideia tão boa assim? É claro que é! Desde que você saiba como empreender com profissionalismo, realizando as pesquisas necessárias, testando hipóteses, conhecendo o mercado antes de qualquer investimento e preparando-se para gerir o negócio sob todos os aspectos – administrativo, financeiro e de recursos humanos. Ou seja, esteja preparado para desenvolver todos os processos inerentes a toda e qualquer empresa.

E para você, o que causa a transformação de startups em zumbis? Deixe sua opinião nos comentários!

Next Post:
Previous Post: