Uma dica para sua proposta de valor pessoal

Uma dica para sua proposta de valor pessoal

Você, que é empreendedor, já conhece o Business Model Canvas, correto? Mas agora …

… você conhece o Business Model You, ou o Modelo de Negócios Pessoal?

Tenho certeza que você já ouviu falar de “proposta de valor”. E também, que sabe que, uma boa proposta de valor pode ser a diferença para o sucesso da sua empresa. Mas e se eu te perguntar a sua proposta de valor pessoal? Você saberia me responder?

Podemos entender melhor com um estudo de caso:

Mika Uchigasaki é uma tradutora em tempo integral que trabalha com inglês e japonês. Escritórios de advocacia estão entre seus clientes mais importantes.

Ela participou de uma oficina de modelo de negócios pessoal em uma conferencia de tradutores. Durante a sessão, o facilitador comentou com Mika sobre o andamento do primeiro Canvas da vida dela.

Em seu componente “Proposta de Valor”, Mika tinha escrito “traduzir documentos do Japonês para o Inglês”.

O facilitador perguntou: “Como traduzir documentos do japonês para o inglês difere das Atividades-Chave?”.

Mika olhou para ele intrigada.

O facilitador continuou: “Que trabalho o escritório de advocacia lhe contrata para ajudá-los?”

Mika pensou por um momento e respondeu: “Ganhar uma ação judicial!”.

O facilitador disse ainda: “Portanto, ajude-os a fazer esse trabalho. Traduzir documentos do japonês para o inglês é uma atividade fundamental. A proposta de valor poderia ser algo como: ‘a criação de documentação convincente para ajudar a ganhar um processo multimilionário’. Nunca deixe que os clientes equiparem as Atividades-Chave com a Proposta de Valor.”

LâmpadaOs olhos de Mika brilharam. Disse ela: “Esta é uma nova maneira de pensar para mim. Tenho procurado uma forma de remodelar o meu trabalho. Acho que encontrei!”.

Uma das maiores dificuldades das pessoas, quando fazem o seu Canvas ou Modelo de Negócios, é definir e encontrar sua proposta de valor. A pergunta inicial é:

Como você ajuda outras pessoas?

Mas essa pergunta poderia ser feita de outras formas mais elaboradas, como:

  • Que trabalho o seu cliente te contratou para executar?
  • Que benefícios o cliente está recebendo como resultado deste trabalho?
  • Qual é o resultado que você entrega a ele?
  • Qual a maior transformação que ele tem como resultado?

Lembrando, que aqui não estamos falando apenas de trabalho. Se você estiver montando o seu Canvas pessoal, sobre sua vida em família, por exemplo: se você estiver pensando agora como pai ou mãe; o seu cliente é o seu filho, filha, ou filhos.

Entender como as Atividade-Chaves resultam em uma Proposta de Valor, e, entender que são coisas diferentes, é fundamental para definir o seu modelo de negócios pessoal.

E você? Qual é a sua proposta de valor pessoal?

Até breve e boas realizações!

Paula Quaiser
#istoécoaching

 

Next Post:
Previous Post: