Uma mordida na maçã e um gole de coca: pequenas lições de duas gigantes mundiais

Uma mordida na maçã e um gole de coca: pequenas lições de duas gigantes mundiais

Há algo em comum no mundo das grandes marcas: todas apostam em pesquisas, descobrem o que seu público-alvo quer e lançam campanhas de marketing arrasadoras. Mas, saindo das campanhas milionárias e fora do alcance, que lições startups que estão apenas começando podem tirar de gigantes mundiais, como Apple, Coca Cola e tantas outras empresas?

Afinal, temos muito em comum (temos?). Pequenos e grandes costumam compartilhar a ideia de parar de correr atrás das pessoas e fazer com que elas venham, por si só, até os produtos e serviços que a empresa oferece. Para isso, é preciso oferecer relevância, popularidade e aquela sensação de segurança que se transforma em uma historia de amor: o cliente fica tão feliz, que faz questão de exibir a compra e… Volta para comprar mais.  Vamos ver algumas dessas lições?



Ofereça algo único ou, pelo menos, valioso

Quem está começando no empreendedorismo já sabe que tudo começa com uma ideia, que vira produto e se transforma em uma marca. A ideia das grandes marcas, no principio, era oferecer algo único, que ninguém mais oferecia. A Coca-Cola nada mais era do que uma água com gás e açúcar, que chamou a atenção das pessoas, que acharam isso algo tão interessante que quiseram experimentar. Depois disso, quantos tentaram fazer igual?

Um fator importante para começar a trilhar o caminho do sucesso é a total clareza do que você tem a oferecer em relação aos seus concorrentes.

Saiba o que esperar da sua marca

As pessoas sempre voltam para suas marcas favoritas porque sabem exatamente o que vão encontrar lá. Se foram bem servidas no passado, acham que terão suas expectativas atendidas ou superadas sempre. Ou seja, sabem que podem contar com sua marca preferida. E mesmo que haja algum incidente, sabem que a empresa vai encontrar uma saída rápida, para não perdê-los.

Uma marca sólida, que conquistou a mente e o coração dos seus consumidores, é algo quase inabalável. Em suma: o desempenho do seu produto gera a confiança que leva ao sucesso no futuro.

Eu nem sabia que precisava disso!

Mesmo se as pessoas não tenham necessidade imediata pelo seu produto, o trabalho do marketing é convencê-las do contrário. Seu trabalho é apresentar um produto de tal forma que as pessoas sintam um irresistível desejo de contar com ele. E isso as traz até você.

As marcas de sucesso sabem onde está seu público-alvo, conhecem seus problemas, necessidades e coisas que os tornam felizes, atendendo física ou psicologicamente a seus clientes. Seu site oferece soluções em design e há milhares de outros concorrentes? Saiba que há sempre algo que se pode fazer para tornar o seu produto ou serviço único. Pesquise o que o seu público-alvo quer e não encontra por aí. Faça diferente e divulgue isso!

Não se acomode: nada é escrito em pedra

A Apple pode até ter reformulado a indústria de smartphones, mas a Samsumg se recuperou rápido.  O ponto a ser analisado é: mesmo que você seja único naquilo que faz, isso só lhe permite um começo mais tranquilo. Daí em diante, nada de acomodação. Logo outros negócios surgirão para concorrer com o seu ou, os já existentes, acharão inspiração no seu modelo de negócio.

O segredo de manter a fatia de mercado é inovar e surpreender sempre. Mesmo que o seu produto seja o mesmo, a forma de captar o público deve acompanhar as mudanças da sociedade. Um exemplo disso são as jogadas de marketing da própria Coca-Cola, que continua a mesma, mas nunca vira uma “senhora ultrapassada”.

O slogan capta sua ideia e promove o seu negócio?

Não é segredo que as grandes marcas querem muito mais do que a nossa carteira: querem ficar registradas em nossas mentes. Para isso, existem os slogans. Um bom slogan capta a atenção e o desejo de consumir produtos que têm a ver com seu estilo de vida, forma de pensar e de agir.

Concluindo: marcas tem personalidade e personalidades marcantes são líderes. Dê ao seu negócio uma personalidade única e um dia ele vai poder se tornar uma grande marca.

Que outras lições você tira de empresas gigantes como a Coca Cola e a Apple? Compartilhe com a gente nos comentários!

Next Post:
Previous Post: